Conheça os tipos de salto alto e descubra como usar cada um deles!

Tipos de salto alto

Muitas mulheres apostam no sapato de salto alto para valorizar o look e dar um toque de sensualidade à silhueta.

No entanto, muitas vezes, o salto alto acaba sendo sinônimo de desconforto ao invés de ser um símbolo de elegância e sofisticação.

Isso porque quando mal escolhido ou usado, ele pode tornar seu andar desengonçado, ou pior, causar dores nas pernas, câimbras, problemas nos joelhos e também varizes.

Além disso, é preciso saber qual salto é o mais adequado para a ocasião em questão, já que alguns combinam com momentos mais descontraídos, outros são confortáveis para trabalhar, e ainda outros são ideias para festas e outros eventos sociais mais elegantes e sofisticados.

Ficou confusa? Leia este post onde listamos os principais tipos de salto alto e como usar cada um deles. Confira!

Salto Anabela

O salto tipo Anabela se destaca dos demais pelo conforto e por isso é um dos queridinhos das mulheres.

Ele é mais grosso e acompanha toda a sola do calçado, diminuindo na parte da frente.

O salto Ababela pode ser comumente confundido com o salto Plataforma, mas o seu diferencial é a ausência de plataforma na parte da frente do calçado, o que mantém esta parte dos pés na altura do chão.

Os sapatos com salto Anabela são ótimos para quem não está acostumada a andar com sapatos de salto alto, pois eles dão mais estabilidade e segurança na hora de andar.

Esse tipo de salto pode aparecer em sapatos fechados, mas com certeza é mais frequente em sandálias.

De uma forma geral os calçados com salto Anabela são delicados e conferem um toque romântico ao visual. É perfeito para usar com vestidos e saias e são ideais para looks de trabalho ou para ocasiões mais informais e descontraídas.

Salto Plataforma

Diferente do salto Anabela, o salto Plataforma é inteiriço, pois a plataforma percorre todo o solado do calçado, inclusive na parte da frente.

Muito comum nas coleções de verão das marcas de sapatos, é um modelo confortável, pois a plataforma contida na parte da frente do sapato ameniza a inclinação na área do calcanhar, deixando o pé mais reto.

Apesar de ser confortável, o salto alto do tipo plataforma tem um visual mais pesado, por isso, é o menos indicado para ocasiões mais sofisticadas.

Mas é uma ótima opção na composição de looks mais descontraídos ou até mesmo para o trabalho, desde que o ambiente profissional não exija formalidade.

E atenção ao caminhar, pois é mais fácil torcer o pé com esse tipo de salto alto.

Salto alto tipo Meia Pata

A principal característica dos sapatos Meia Pata é o salto bastante alto e fino, com uma plataforma na parte da frente do pé, que ajuda a compensar a altura, garantindo mais conforto e sustentação.

São sapatos extremamente altos – é possível encontrá-los com até 15 cm de altura – e por isso, é preciso ter certa prática e familiaridade com saltos altos para usá-los de forma segura e elegante, sem andar como um astronauta na Lua.

A questão é que com este tipo de sapato, o pé fica muito curvado e não é possível sentir a superfície, o que torna o caminhar mais difícil.

Outro ponto é que assim como os calçados do tipo Plataforma, os sapatos tipo Meia Pata tem um visual mais pesado e menos formal. Por isso, o ideal é combiná-lo com peças mais casuais, como a calça flare, por exemplo.

Salto alto em bloco

O salto em bloco possui um formato quadriculado e grosso, o que garante mais estabilidade e segurança ao caminhar.

Essa estabilidade se deve por esse salto abranger grande parte do calcanhar, o que também traz mais conforto já que a pressão causada pelo peso do corpo fica bem distribuída sobre os pés.

Este tipo de salto é ideal para compor looks casuais e também pode ser utilizado no trabalho, já que imprimem muita personalidade e elegância. Também podem ser usados em composições mais formais, mas é preciso observar o calçado como um todo, para que o peso do salto em bloco não contraste com a delicadeza das roupas escolhidas.

Salto em cone

O salto cone começa com uma espessura mais grossa e afina conforme chega ao chão, criando assim o formato de um cone invertido.

Esse modelo não costuma ser muito alto, geralmente, tem tamanho médio. É menos confortável do que os modelos Anabela ou em bloco, mas ainda assim, traz certa comodidade, pois garante uma boa sustentação no calcanhar.

Esse tipo de salto proporciona uma sensualidade incrível ao corpo feminino, principalmente porque ele exige um postura mais ereta e adequada para seu uso.

É o salto mais indicado para situações formais e eventos sociais mais elegantes e sofisticados. Pode ser combinado com diversas peças, desde que estas sejam mais delicadas e sofisticadas.

Salto Kitten Heels

O Kitten Heel – popularmente conhecido como “salto gatinha” – é um modelo que ficou famoso nos anos 60, nos pés da atriz Audrey Hepburn.

Ele é um salto fino e mais baixo, geralmente com cerca de 3 a 5 cm de altura, e é ligeiramente curvado. Ao contrário do salto cone, que vai afinando conforme chega ao chão, o salto Kitten Heel é fino desde o calcanhar.

Muito elegante e confortável, ele pode compor tanto looks mais casuais para o trabalho, como looks para eventos mais formais.

Tudo dependerá da cor, material e textura do calçado.

Por fim, a principal dica sobre salto alto é sempre respeitar seus limites e saber escolher modelos confortáveis e de acordo com a ocasião. Se você não está acostumada a usar calçados com salto alto, comece pelos modelos mais baixos e vá ”subindo” aos poucos.

E então? Qual o seu salto alto preferido? Conta pra gente nos comentários!

Posts Relacionados:

Leave a Reply