Dicas para importar vestidos do exterior

Os produtos importados estão por toda a parte. Do eletrônico à decoração; do brinquedo ao perfume; da maquiagem ao vestuário, inclusive elegantes vestidos de festa e vestidos “para sair”.

E se, antes, você precisava viajar ou pedir um favor a um amigo, comprar fora do país de uns tempos para cá vem se tornando cada vez mais fácil e rápido.

Com a internet, é possível importar os produtos on-line para uso próprio ou revender em uma loja virtual.

Para você adquirir looks incríveis (quem nem sempre chegam aqui) sem precisar atravessar o continente e pagar taxas exorbitantes, esse artigo vai cair como uma luva. Vamos lá! 

importar vestidos

Como importar vestidos para uso pessoal

Esse é o tipo mais fácil de importação. Você só precisa entrar no endereço da loja que comercializa o vestido que deseja e fazer a compra normalmente. Preencha todo o formulário de cadastro, efetue o pagamento e espere a encomenda.

Esse processo funciona, na grande parte dos casos, exatamente igual ao pedido que você faz nos sites de vendas no Brasil. O que diferencia a transação, além do frete (se for cobrado), é a taxa de importação do produto.

E tem mais: agora, todas as compras feitas fora serão taxadas pela Receita Federal, assim que o produto entrar no país. 

Como importar vestidos para revender

Taí uma forma de vendas que vem aumentando por aqui. O baixo custo das peças e a qualidade delas são os principais motivos. Com a grande procura pelas roupas importadas, muitos revendedores estão caprichando nos pedidos, pois sabem que a saída junto aos consumidores é excelente.

Para começar a importar os vestidos, procure a maior variedade possível, não selecione apenas um modelo ou cor. Para revender os produtos, a diversificação é fundamental, principalmente entre as brasileiras, que gostam dos mais variados estilos, cores e estampas.

Procure saber o que agrada à sua clientela, caso já tenha uma.

Informe-se sobre a empresa antes de importar

É importante saber com quem está lidando, conhecer sua reputação, credibilidade; trocar ideia com alguém que já comprou com um determinado fornecedor.

Uma boa indicação faz toda a diferença. A internet facilita o acesso a milhares deles. Por isso, muito cuidado! Verifique se há relatos de problemas e quais foram eles, para que não aconteçam com você também.

O bom é que você nem precisa saber inglês para importar vestidos de festa do exterior, pois muitos sites já têm modelo em português também.

Além da questão da confiança nos sites, busque sempre aqueles que oferecem qualidade e descontos. Inclusive, muitas empresas dão descontos pelo simples fato de você curtir a página delas no facebook, por exemplo. Bom demais!

Entenda como funciona a entrega do produto

Outro ponto importante é conhecer bem o prazo de entrega do produto e a logística. Alguns sites não informam esse prazo e, pior ainda, não fornecem o famoso número de rastreio da encomenda. Esse número é fundamental para você acompanhar o andamento do seu pedido.

No entanto, com a grande concorrência, é possível encontrar fornecedores que enviam a mercadoria rapidamente e outros que fazem descontos ainda melhores, dependendo da quantidade de mercadoria comprada.

Viu como não é nenhum mistério importar vestidos? Agora, se o seu objetivo é criar uma loja virtual para revendê-los, existem inúmeros cursos na internet sobre esse tema, muitos deles e-books pagos.

Mas o SEBRAE possui uma plataforma grátis para criar loja online. É o Primeiro E-commerce (www.primeiroecommerce.com.br). A ferramenta permite que qualquer empresário tire do papel seu projeto virtual.

Gostou das dicas? Aproveite-as e sucesso! Depois, é só passar por aqui para dividir suas experiências.

Estou esperando!

Posts Relacionados:

Leave a Reply